©2018 by Next Level: Neurolanguage Coaching® for English Learning. Proudly created with Wix.com

Learn English by yourself: Google Translate Part I

May 28, 2018

I am a firm believer that you can learn anything you put your mind to. However, just the desire to learn something won't take you anywhere. You need to be very motivated and consistent if you want to learn a language by yourself. Although motivation and consistency are key, they are not enough. You have to be well equipped with all the resources you need in order to succeed. Can a construction worker build a house without his/ her tools? Probably not, unless he/she wants to build a house in his/her imagination. So, let’s get you equipped for your “solo” learning journey. In this article, we will also talk about one of the resources you can use to learn English by yourself: Google Translate.

 

 

 

Motivation

 

Motivation is what gives you the energy not only to start but to continue doing something. Don’t mistake motivation for obligation, though. Motivation is like an energy drink: when you feel lazy to study, you visualize your goal in your mind and it gives you a boost of energy to keep going. Unlike motivation, obligation sucks your energy out. Some years ago, I went to a Couchsurfing meeting and there were some cool people speaking Spanish there. I really wanted to get to know them, but my “Portunhol” slowed my communication down. Then, from that day on, I decided to learn Spanish by myself. After a few months, I was able to communicate in Spanish decently. What motivated me was visualizing myself having a conversation with native speakers of Spanish at a Couchsurfing meeting. This vision really gave me a boost of energy to keep studying.

 

Consistency

 

Motivation is beautiful, but not enough. I am sure you’ve already seen highly motivated people who keep struggling to achieve their goals, not only with the language but any other areas of their lives. Lack of consistency might be one of the problems. If you decide to learn a language by yourself, you need to keep a study routine. I would strongly suggest that you create a study plan, combining moments of reading, listening, writing, and speaking practice.

 

Let me give you an example of lack of consistency. From time to time, I get super motivated to exercise. I really have that vision of me becoming healthier, happier, and more energetic. Then, I go to the gym the first day, the second day…. get lazy on the third day…. skip the fourth day… then weekend comes, I decide that weekends are not good for exercising… Monday comes, I leave it for Tuesday…. Well, I think you got the idea, right? Going to the gym twice a month won’t make any difference in my life. Similarly, studying English twice a month can’t bring any significant improvement, no matter how motivated you think you are.

 

The study plan below is an example of how to keep a consistent study routine. The activities and resources you will use will depend on your level, though. So, use this plan to inspire you, but adapt it according to your interests and needs. I created this plan with a very low beginner in mind.

 

 

 

 

Gather your tools!

 

Google Translate – loved by some, hated by others. Google Translate is a controversial tool in the language teaching/ learning field. The fact is that many language learners use this tool, but not in the most effective way. So, instead of demonizing the tool, let’s learn how to benefit from it.

 

Google translate isn’t the best tool to translate words out of context. If you want to translate a particular word, the dictionary wordreference.com is a nice tool, at least for Portuguese <> English translation. You will benefit more from using Google Translate if you insert sentences or paragraphs. Comparing the translation from your native language to English or vice versa is a fun way to explore differences and similarities between both languages. Besides, it will get you familiarized with sentence structures in English. The most common sentence structure is subject + verb + complement, very similar to Portuguese and Spanish.

 

Another helpful tool on Google Translate is the text-to-speech icon (sound). Did you know that you can hear what you write on Google Translate? Well, don’t expect to hear a very natural and spontaneous version, otherwise you’ll be disappointed. Although the reading sounds like a robot, it will show you how the words are pronounced. Better than nothing, right? Also, make sure you select the English version of your text. For example, if you insert the English version of your sentence, but switch the language to Portuguese and click on the sound icon, you’ll hear the sentence being read with Portuguese sounds. For example, “I like you” will be pronounced “i liki iu”.

 

Finally, an amazing function of Google Translate is the microphone icon. If you click on the icon and speak in your native language, you will see and hear the translation in English. You can also click on the icon and speak in English to see and hear the version given by Google Translate. You can have fun playing with these functions, exploring the language, expanding your vocabulary, and practicing your speaking and listening skills.

 

 

 

Get inspired by other successful learners

 

Instead of reinventing the wheel, do some research to find out what successful self-taught learners do to learn languages by themselves. The youtuber Gavin Roy, from the channel Small Advantages is somebody who can inspire you. In this video, he explains how he learned Portuguese by himself:

 

 

 

I also found this article where Vitor, a self-taught learner, shares a little bit about his experience learning English by himself:

https://pt.duolingo.com/comment/23302435/How-did-I-learned-english-alone-in-one-year

 

This was the first of a series of articles I will write to give you tools to learn and improve your English by yourself. I hope you've enjoyed it!

 

Subscribe to our blog to receive our updates!

 

Good luck on your learning journey!

 

 

 

Fernanda Carvalho is a Fulbrighter, certified Neurolanguage® Coach with a Master's in TESOL. She believes in a holistic approach to language learning, which involves people's development as a whole and not only language itself. You can find her on facebook @languagenextlevel and on Linkedin https://www.linkedin.com/in/fcarvalhonextlevel . 

 

 

 

 

VERSÃO EM PORTUGUÊS

 

Aprenda inglês sozinho: Google Tradutor Part I

 

Eu acredito firmemente que você pode aprender qualquer coisa que você queira de verdade. No entanto, apenas o desejo de aprender algo não vai te levar a lugar nenhum. Você precisa estar muito motivado e consistente se quiser aprender um idioma sozinho. Embora motivação e consistência sejam fundamentais, elas não são suficientes. Você tem que estar bem equipado com todos os recursos que você precisa para ter sucesso. Um pedreiro pode construir uma casa sem suas ferramentas? Provavelmente não, a menos que queira construir uma casa em sua imaginação. Então, vamos te preparar para sua jornada de aprendizado "solo". Neste artigo, também falaremos sobre um dos recursos que você pode usar para aprender inglês sozinho: o Google Tradutor.

 

Motivação

 

Motivação é o que te dá energia não apenas para começar, mas para continuar fazendo algo. No entanto, não confunda motivação com obrigação. A motivação é como um energético: quando você tem preguiça de estudar, você visualiza seu objetivo em sua mente e isso te dá um impulso de energia para continuar. Ao contrário da motivação, a obrigação suga sua energia. Alguns anos atrás, eu fui a uma reunião do Couchsurfing onde havia pessoas legais falando espanhol. Eu realmente queria conhecê-las melhor, mas meu “Portunhol” deixou minha comunicação mais lenta. Então, daquele dia em diante, decidi aprender espanhol sozinha. Depois de alguns meses, conseguia me comunicar em espanhol decentemente. O que me motivou foi me imaginar tendo uma conversa com falantes nativos de espanhol em uma reunião do Couchsurfing. Essa visão realmente me deu um impulso de energia para continuar estudando.

 

Consistência

 

Motivação é uma coisa linda, mas ela sozinha não é suficiente. Tenho certeza que você já viu pessoas altamente motivadas que mesmo assim não conseguem alcançar seus objetivos, não apenas com o idioma, mas com outras áreas de suas vidas. A falta de consistência pode ser um dos problemas. Se você decidir aprender um idioma sozinho, você precisa manter uma rotina de estudos. Eu sugiro que você crie um plano de estudo, combinando momentos de leitura, compreensão oral, escrita e prática oral. Deixa eu te dar um exemplo de falta de consistência. De tempos em tempos, fico super motivada para me exercitar. Eu realmente tenho essa visão de mim mais saudável, mais feliz e com mais energia. Então, eu vou para a academia no primeiro dia, no segundo dia…. fico com preguiça no terceiro dia…. pulo o quarto dia… então o fim de semana vem, eu decido que os fins de semana não são bons para me exercitar… segunda vem, eu deixo para terça…. Bem, acho que você já entendeu, não é? Ir à academia duas vezes por mês não faz diferença na minha vida. Da mesma forma, estudar inglês duas vezes por mês não vai trazer uma melhora significativa, não importa o quanto você se sinta motivado. O plano de estudo abaixo é um exemplo de como manter uma rotina de estudo consistente. As atividades e recursos que você usará dependerão do seu nível. Portanto, use este plano para inspirar você, mas adapte-o de acordo com seus interesses e necessidades. Eu criei este plano com um aluno iniciante em mente.

 

 

Pegue suas ferramentas


Google Tradutor - amado por alguns, odiado por outros. O Google Tradutor é uma ferramenta controversa no campo do ensino / aprendizagem de línguas. O fato é que muitos alunos de idiomas usam essa ferramenta, mas não da maneira mais eficaz. Então, em vez de demonizar a ferramenta, vamos aprender como se beneficiar dela. O Google Tradutor não é a melhor ferramenta para traduzir palavras fora do contexto. Se você quiser traduzir uma palavra em particular, o dicionário wordreference.com é uma boa ferramenta, pelo menos para a tradução em português.

 

Você se beneficiará mais com o uso do Google Tradutor se inserir frases ou parágrafos. Comparar a tradução do seu idioma nativo para o inglês ou vice-versa é uma maneira divertida de explorar as diferenças e semelhanças entre os dois idiomas. Além disso, você ficará familiarizado com estruturas de frases em inglês. A estrutura de sentença mais comum é o sujeito + verbo + complemento, muito semelhante ao português e espanhol.

 

Outra ferramenta útil no Google Tradutor é o ícone de conversão de texto em voz (som). Você sabia que pode ouvir o que escreve no Google Tradutor? Bem, não espere ouvir uma versão muito natural e espontânea, senão você ficará desapontado. Embora a leitura pareça robótica, ela mostra como as palavras são pronunciadas. Melhor que nada, certo? Além disso, certifique-se de selecionar a versão em inglês do seu texto. Por exemplo, se você inserir a versão em inglês de sua frase, mas mudar o idioma para o português e clicar no ícone de som, ouvirá a frase sendo lida com sons em português. Por exemplo, "I like you" será pronunciado "i liki iu".

 

Finalmente, uma função incrível do Google Tradutor é o ícone do microfone. Se você clicar no ícone e falar em seu idioma nativo, você vai ver e ouvir a tradução em inglês. Você também pode clicar no ícone e falar em inglês para ver e ouvir a versão do  Google Tradutor. Você pode brincar muito com essas funções, explorando a língua, expandindo seu vocabulário e praticando suas habilidades de falar e ouvir.

 

Inspire-se com outros alunos de sucesso

 

Em vez de reinventar a roda, faça algumas pesquisas para descobrir o que os alunos bem-sucedidos autodidatas fazem para aprender idiomas sozinhos. O youtuber Gavin Roy, do canal Small Advantages, é alguém que pode inspirar você. Neste vídeo, ele explica como aprendeu Português sozinho:

 

 

 

Eu também encontrei este artigo onde Vitor, um rapaz que aprendeu inglês sozinho, compartilha um pouco sobre sua experiência: https://pt.duolingo.com/comment/23302435/How-did-I-learned-english-alone-in-one-year

 

Este foi o primeiro de uma série de artigos que vou escrever para sugerir ferramentas para aprender e melhorar o seu inglês sozinho.

 

Espero que você tenha gostado! Se inscreva no nosso blog para receber nossas atualizações!

 

Boa sorte em sua jornada de aprendizado!

 

 

 

 

 

 

Please reload